9 de maio de 2016

HOUSE SITTING - O que é e como funciona este tipo de volunturismo?

House sitting é uma forma muito interessante de se fazer volunturismo, e o mais legal, você não gasta com hospedagem quando for viajar. Para começar, caso não esteja habituado com o termo "volunturismo", sinta-se à vontade para ler nosso artigo explicando sobre como funciona este termo relativamente recente que mistura trabalho voluntário com turismo, basta clicar AQUI!

Basicamente, no volunturismo chamado de "House Sitting" você se torna um "House Sitter" e troca seus serviços por hospedagem na casa de uma família que na maioria dos casos estará de férias e não quer deixar sua casa abandonada. Há também casos de famílias que possuem animais de estimação (gatos, cachorros, galinhas, peixes, cavalos, etc.) e tanto não querem que eles fiquem presos em um hotel para pets e longe de casa, quanto não querem gastar horrores por este serviço.


A solução para estes problemas, que é bastante usada no exterior porém não tão conhecida aqui no Brasil, é "contratar" um house sitter, que ficará hospedado gratuitamente na casa da família e fará os serviços que forem acordados entre ambas as partes. Seguem abaixo alguns dos serviços que podem ser solicitados:

- Manter a casa limpa
- Cuidar da horta
- Levar os pets para passear
- Dar comida aos pets
- Limpar a sujeira dos pets
- Dar banho nos pets
- Cuidar do jardim
- Organizar a casa
- Entre diversas outras possibilidades...

Este intercâmbio funciona mais ou menos como o volunturismo, citado no artigo anterior, em que a troca é geralmente entre pessoa física e jurídica, ou seja, você (pessoa física) oferece seus serviços à uma pessoa jurídica (hostel, restaurante, hotel, etc.) em troca de hospedagem e possivelmente outros benefícios.
Neste caso de "House Sitting" é quase sempre uma troca entre pessoas físicas: Você oferece seus serviços à uma família e não à uma empresa.

Há famílias de todos os perfis e em todo o mundo, podendo ser casas, apartamentos, fazendas, em cidades grandes, interior, ambiente rural, de praia ou metrópole movimentada.

Entre os benefícios mais comuns, você receberá hospedagem gratuita em uma casa só para você ou também, você tem a possibilidade de participar com seu marido/esposa/amigo(a), basta que seja acordado entre todas as partes. A família poderá oferecer outros benefícios como pocket money, alimentação, emprestar o carro ou passe de ônibus, entre outros, mas isto fica a critério do "contratante".

O período de duração poderá ser desde 2, 3 dias até meses. Existem casos de famílias que deixaram suas casas nas mãos de house sitters por até um ano. Basta buscar nos sites especializados neste tipo de intercâmbio uma família que esteja localizada no seu destino de preferência e que precisará de serviços de um house sitter pelo tempo que ficar bom para você.


Se você decidir viver ou já vive como nômade digital e realiza outros trabalhos utilizando a internet para conseguir se sustentar nas viagens e pagar sua alimentação, transporte entre os destinos, além outros gastos pessoais, é necessário que você verifique com a família escolhida se há internet disponível na casa/apartamento e quão bom é o sinal, pois isto será importantíssimo para você.

Abaixo seguem alguns sites bem legais, conhecidos, confiáveis e específicos para este tipo de intercâmbio. Eles funcionam como os sites citados no artigo sobre volunturismo e você os usará no estilo "self service", ou seja, fará seu cadastro (a maioria possui um custa mensal/anual que gira entre US$ 20 a US$ 100, dependendo do site) e navegará por conta própria buscando família, criando seu perfil e fazendo contatos.


Este são alguns dos principais que oferecem diversas "vagas" pelo mundo todo. Se você vai para um destino específico e prefere buscar um site mais "local", também há diversos específicos com donos de casas e pets somente naquele destino, como na Austrália, nos EUA ou no Reino Unido, por exemplo.

Ficou interessado e quer ser um house sitter em suas férias ou seguir a vida como nômade trocando de casa e país sem prazo final determinado?
Neste caso, indica-se um conhecimento mais aprofundado de como ser um house sitter, saber tudo sobre o house sitting, como participar, criar um perfil legal e fazer a melhor escolha em todos os sentidos.
Para isso, um ótimo guia de leitura de qualidade, ilustrado e que te deixará mais interessado (a) ainda e sabendo tudo para não errar nas escolhas e nos passos a dar, é o "GUIA DE HOUSE SITTING".

Fonte: Blog Vida Cigana
O GUIA DE HOUSE SITTING foi elaborado pelos queridos Carlos e Larissa do blog Vida Cigana (este simpáticos da foto acima). Eles estão viajando o mundo como nômades digitais e trocando seus serviços e carinho com pets por hospedagem free por diversos países. Como eles já estão experts no assunto, decidiram criar este guia que é bastante completo e com muita informação.
O guia possui 97 páginas digitais e o valor atualmente é de R$ 49,90, podendo ser pago pelo paypal, boleto bancário ou cartão de crédito (desta maneira ainda é possível parcelar).

O que está esperando? Compre agora o seu e comece já a planejar sua próxima viagem!

BASTA CLICAR NA IMAGEM ABAIXO!!!


Deixe nos comentários qual sua opinião sobre este tipo de intercâmbio/viagem, deixe suas dúvidas e conte a sua experiência. Será um prazer ler!

Não se esqueça também de seguir nossas redes sociais e o blog "Quero ser nômade" para ficar por dentro de todas as novidades!!!


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião. Será um prazer ler seu comentário! :)

TODOS OS POSTS DO BLOG!

RECEBER NOVIDADES VIA E-MAIL

PENSAMENTO DO MÊS!

PENSAMENTO DO MÊS!